sábado, 5 de janeiro de 2008

Ser obectivo, assumindo a subjectividade.

Se estivesses cá, não me apoiarias.
O que gosto não faz sentido,
O que quero está errado.

Entender, sei que não o fazias.
E aceitar? Não havia outra forma.

Como gostava que tivesses ficado,
Farei tudo para te mostrar que estavas enganado.

Vais ajudar-me, estejas onde estiveres, porque hoje me percebes mais do que em qualquer altura em que estiveste por perto.


Parabéns.



C.I.

1 comentário:

SofiaMagalhães disse...

MALUCA !

O que tu queres sei eu ! xD