terça-feira, 9 de junho de 2009

Pausa

... no relatório de AM.

Fui beber um café e estou a comer línguas de gato. Faz-me lembrar quando era pequenina e me interrogava sobre a origem do nome "línguas de gato" para uma bolacha. Na verdade, ainda hoje me interrogo. Aliás, estou neste preciso momento a interrogar-me. É que, eu tenho um gato. Eu já vi a língua do meu gato. A língua do meu gato não se assemelha às bolachas "línguas de gato": nem a forma, nem a cor, nem a textura e presumo que o sabor também não será o mesmo  Daí a minha profunda indignação. Não havendo qualquer semelhança entre a língua de um gato e as bolachas, porquê este nome? E até se podia pensar "ah e tal, é um nome apelativo, curto, fácil de memorizar, que cria uma ligação com as crianças". Não! É que eu, quando era pequenina, imaginava sempre os homens maus das bolachas a cortarem a língua aos gatinhos e a transformá-las em pedaços crocantes. Para ser sincera, essa imagem nunca me chocou muito. Desde sempre que, em mim, o estômago se sobrepõe claramente à sensibilidade. Mas digamos que, se tivermos em conta uma criança dita normal, essa imagem pode ser chocante e pode levar à rejeição das bolachas, o que se traduzirá numa queda de receitas da triunfo. Claro que se depender de mim, isso não acontecerá. Mas, mas MAS! Não sei... digam-me o que pensam das línguas de gato.

Fim da pausa.
 

A.H.

2 comentários:

Bézinha* disse...

ainda nao consegui ter opiniao sobre as linguas de gato, mas sobre ti posso afirmar com certeza que és completamente maluca =P

Cláudia Isidro disse...

posso antes opinar sobre ti?

me-do.
(como nunca deixei de ter)

xD