sábado, 19 de dezembro de 2009

Tenho 19 anos.

Tive ontem a minha última aula de licenciatura.

Inacreditável.

O nosso tempo passou.

O tempo da descoberta, da ingenuidade e da inocência. O tempo das mil fotografias, das figuras tristes e das gargalhadas nos corredores que nos faziam deitar no chão com as lágrimas nos olhos. Passou o tempo de tantas canções feitas em conjunto e das parvoíces no estúdio de rádio. O tempo das tardes sem trabalhos e preocupações numa esplanada e o das noites com mil histórias para contar. O tempo da esperança.

Este é hoje o tempo de outros.

E o nosso tempo passou.

Guardo o eco das gargalhadas, o coração acelerado pelas novas experiências. Guardo fotografias, gravações e vídeos que me trazem “emoções que dão vida à saudade” Guardo o que resta da esperança de ser mais e fazer melhor. Guardo momentos únicos e pessoas especiais. E levo segredos. Tantos. Para a vida.

(E continua a ser inacreditável)

A.H.

4 comentários:

Tulha disse...

: )

um beijinho na testa *

Ju disse...

Deixaste-me com a lágrima no canto do olho..
E guardo todas as fotografias, todos os videos, todas as gravações, todos as gargalhadas, todas as lagrimas, todos os momentos.
Guardo tudo que vivemos enquanto foi o nosso tempo. Sim, hoje e o tempo de outros. Mas o nosso, em mim, vai ser eterno *

C● disse...

até um fiquei de lágrima no olho.

o tempo é nosso, sempre nosso enquanto o quisermos ter, lembrar e reviver *


bisou *

Catarina disse...

Inacreditável.
A saudade*